Google+ Followers

terça-feira, 29 de abril de 2014

Nao deixem de me visitar no meu novo cantinho!

http://justbymartawahnon.blogs.sapo.pt/tag/%20just%20concept

Ainda estou a aprender a trabalhar com a nova plataforma  mas lá chegarei! Entre trabalho e tempo livre, irei conseguir descobrir o segredo da "máquina" e "voar" para chegar a todos voces! :)

Conto convosco!
Love,
Marta

domingo, 27 de abril de 2014

Caros amigos,

A Partir de hoje e como prometido, este blog vai passar para um novo endereço:

justbymartawahnon.blogs.sapo.pt

Espero contar convosco e com a V/ opinião.

Love Marta

terça-feira, 22 de abril de 2014

It "just" will be it!

Queridos amigos, conhecidos, leitores e todos aqueles que por aqui passam pelo "Just Because", devo uma breve explicação referente ao meu silencio nos últimos dias. A verdade e que a culpa e Vossa! 😉😜

Quando criei o blog jamais pensei em usá-lo como uma potencial ferramenta de trabalho e muito menos no gozo , paixão e vicio que envolveu e incrementou o meu dia a dia, tornando tudo ainda mais especial! Partilhar experiências e comunicar, são sem duvida aquilo que melhor sei fazer e que me faz sentir realizada! Gosto que a partilha seja vista numa perspectiva positiva, sejam viagens, restaurantes, desabafos de uma pessoa comum, um mimo que finalmente comprei e partilho, tudo isso tem muito valor e espero jamais ser mal interpretada por tudo isso!

Como disse no início desta aventura, quando era criança, ao contrario das minhas amigas ou primas que aspiravam uma carreira de bailarinas, cantoras e por aí adiante, eu queria ter uma revista! Sim aos 5/6 anos se me perguntassem o que queria ser, era isso ou ser empregada da minha própria casa (tudo a haver!). A verdade e que aquilo que alcancei aqui fez-me sonhar e fez com que terceiros acreditassem no meu sonho, por isso, neste momento estou a construir algo mais "serio" no sentido de design porque a base será semelhante, será algo mais como que uma "brincadeira mais a seria", why?  Just Because i want to, just Because it is, just Because i say so or just to share but in a way, because you deserve to read, With style, glamour and always with my toutch otherwise wouldn't be  "Just"!

Estarei a trabalhar o mais rapidamente possível para que não percam nada mas para que também Vos possa proporcionar algo com qualidade e se Deus quiser, dia 27/domingo, irei apresentar o novo projecto!

Obrigada por tudo and please keep following me, you'r one of The reasons that I'm writting actually in the middle of The shopping center while i'm walking, because i couldn't wait anylonger!



Love,
Always
Marta

quinta-feira, 17 de abril de 2014

"Just" a Lash Perfect!

Como prometido, partilho consigo the esconder step of Lash Perfect, agora da teoria para a prática. Ontem fui fazer as pestanas e não podia estar mais radiante com o resultado! Sabe o que é acordar e parecer que já estamos prontas para sair, enfrentar o dia? Foi exactamente o que senti esta manhã e que sensação maravilhosa! Sabe mesmo bem!

Partilho porque disse que o faria e porque e tão bom que não podia guardar só para mim está sensação. Em 1h a Lash Perfect proporciona uma auto estima redobrada e saímos de lá outras!

Melhor a manutenção e muito simples, fazemos em casa com uma espécie de rímel para pentear e após só 3 semanas e que voltamos a clinica! Melhor que isto, só nascer de novo e pedir aos anjinhos para desta vez vir a Terra com grandes pestanas! ;)

Tem que experimentar!

Todas as restantes informações na matéria "Just" Lash Perfect Touch.

Obrigada Ritinha, Amei!

Love,
Marta






terça-feira, 15 de abril de 2014

“Just” take a look around … Bali

Estivemos indecisos quanto à escolha deste destino porque a quem perguntávamos não havia meio-termo, ou tinham adorado ou tinham detestado!

Arriscamos e foram 5 dias maravilhosos no princípio do mês de Dezembro passado!


Uma vez que já estávamos no Oriente, optámos por uma companhia aérea local, Garuda Indonésia e fomos muito bem tratados mas um lounge que em nada se compara à Emirates ou até mesmo à Tap!

Chegamos ao Sol por que tanto ansiávamos e fomos surpreendidos por uma ilha e por um povo, que só por estar vivo, já está a sorrir! Posso dizer que foi uma viagem onde aprendi muito como ser humano.

Ficamos hospedados em Seminyak, no Hotel The Legian. Top!


Caso para dizer que este faz jus às palavras, quer pelo próprio hotel, um serviço exímio, um staff 6 estrelas, muito prestativo e uma localização, Meu Deus! Até ioga eu fiz!

Com tanto desporto que faço em Lisboa, foi preciso viajar até ao outro lado do mundo para experimentar ioga, acho, aliás, tenho a certeza, fui influenciada pelo livro/filme (comer, orar e amar).





Havia n mil coisas para fazer e visitar mas o tempo era pouco e também precisávamos de descansar; acredito que um dia voltarei a esta ilha, pois ficou muito por ver como o caso de Ubud. Um local de eleição, se for a Bali, não deixe de visitar e contra mim falo!



Foi em Bali que conheci a Rainha das praias, a praia das praias, uma praia que mesmo se fosse desenhada não seria tão perfeita!
Karma Kamandra em Uluwatu!



A harmonia da natureza com o condomínio no meio das montanhas verdes, as águas mornas e cristalinas a dançarem em redor dos corais até saudar as areias brancas de quem as pisa, um poema ao ar livre para desfrutar até ao cair do sol.
Pode parecer exagero mas acredite que só ter conhecido esta praia já valeu a viagem!

Regressámos a norte, sentido Seminyak e parámos em Jimbaran, uma zona conhecida pelas suas famosas praias procuradas pelos surfistas e no nosso caso, pelos famosos restaurantes com belos petiscos, almoçamos de tal forma bem que nessa noite, comemos só fruta!


Praia de Jimbaran

Estava já sentada à mesa e enquanto apreciava a vista, tentava absorver ao máximo tudo o que via, desde um pescador com uma rede a uns surfistas locais eis que surge um grupo trajado em modo de algo tradicional e claro que como turista e curiosa, peguei no telefone para gravar o momento. Estranhei o olhar deles, desprezo, despeito não entendi, não estava a incomodar, fotografei inclusive sem flash e sem som já propositadamente com esse cuidado e achei melhor não abusar, até que o empregado do restaurante apareceu e perguntei que tipo de tradição se tratava... Uma cremação que ia ser atirada ao Mar!... Pois... Não consegui dizer mais nada a não ser agradecer. Ainda assim, consegui captar dois momentos que acho que ficaram muito bonitos e partilho consigo, já que arrisquei a levar na pele! ;)



Em Bali é tudo muito barato, mesmo uma refeição num bom restaurante é sempre a preços acessíveis o que dispara numa conta é o álcool, vinho, cerveja ou qualquer outra bebida alcoólica é sempre cara em qualquer lado da ilha.
Falando nisso, no dia seguinte fomos com um casal amigo conhecer mais dois spots a recomendar para quem lá for.
Parámos primeiro em Ku De Ta, um Beach Club com muita onda também localizado em Seminyak.


Ku Te Da

Pode-se ficar a beber um copo ouvir música e jantar igualmente mas como tínhamos poucos dias e queríamos conhecer um pouco mais, ficámos a ver o por do sol, brincamos com este a tirar algumas fotos, nós e mais n mil pessoas e, na minha opinião, tiramos a fotografia da viagem uma das fotos da viagem que partilho aqui consigo (espero que o Nuno não leve a mal :)). Pelas 20h, seguimos à descoberta do próximo spot!


Um areal de perder de vista em frente ao bar Ku Te Da
As ruas de Bali, mesmo a rua principal é um susto, eles andam de mota (aceleras) de uma forma assustadora mas a verdade é que nos dias que la estive nunca vi nenhum desastre fosse  com uma acelera com 4 pessoas em cima ou com uma criança a conduzir!
Após atravessarmos esta aventura enquanto peões, chegámos ao restaurante Café Bali. Um estilo colonial, repleto de detalhes e com toda a certeza com muitas histórias para contar, sente-se isso claramente no ar.
Assim que entrámos, encontrámos mais um amigo a jantar com uma grupeta, de facto Portugal é um país pequeno, mas não há lugar onde não vamos que não vejamos um “tuga”!
Café Bali

Jantamos muito bem, muito simpáticos e até fizeram uma brincadeirinha, pretending it was my birthday e eu sem saber nada, meaning que comecei a bater palmas a cantar no momento em que desligaram as luzes do restaurante, puseram música alto e bom som e quando vejo um grupo de empregados com um bolo a cantar e a virem na minha direcção… Ui ia-me dando uma coisa! Melhor, não só apaguei as velas, como uma das empregadas não saiu dali enquanto não trincasse a vela, pedisse um desejo, cortasse a primeira fatia e dedicasse a alguém! Tudo como manda o figurino! E eu como uma vontade imensa de rir, como pode imaginar!

Um jantar que parecia estarmos em casa e só voltamos à realidade quando saímos para a rua. Soube bem aquele passeio a pé até ao hotel, temperaturas maravilhosas que relembram os Verões do antigamente quando cá ainda tínhamos noites que desconhecíamos a palavra casaco ou camisola...

Acontece que quando estamos a curtir, o tempo voa e damos por nós, já estamos a fazer novamente as malas para ir embora! Passa tudo a voar! :(

Ainda assim tivemos um tempinho no meio de um dia meio chuvoso para visitar um templo que não fosse muito longe. Escolhi o Templo Pura Luhur Uluwatu. 


Templo Luhur Uluwatu

A maré tem que estar baixa para passar para o templo que fica numa pequena ilha, não tivemos sorte e contenta-mo-nos com aquilo que conseguimos ver do lado de cá uma vez que a maré resolveu subir antes do tempo previsto. Ainda assim e porque mais uma vez tivemos um motorista super divertido, sempre todos muito simpáticos, o que torna qualquer passeio memorável, até um regresso ao hotel num dia de chuva pode ser bem divertido!
Deixo-vos aqui o conselho, se quiserem ir visitar este templo confirmem que a maré está baixa para aproveitar a viagem ao máximo!

Uma praia que nos aconselharam e muito sinceramente, ficou muito aquém foi Padang Padang.


Praia Padang Padang

Um mar verde bonito mas um areal muito pequeno e o acesso muito escasso e repleto de pequenos comerciantes. Basicamente é daquelas praias que é bonita quando se está no mar e só se pode olhar em frente! ;)

Kuta nem passei por lá a não ser de carro. Tudo o que ouvi foi mesmo muito mau e pelo que vi assino por baixo.

De resto, é uma ilha linda, fiquei muito curiosa por conhecer o outro lado desta, o povo, uma simpatia, acho que nunca conheci pessoas tão genuinamente simpáticas, sempre de sorriso pronto mas não porque estão à espera de uma gorjeta ou algo parecido, Just Because so!

Um ordenado miserável, famílias imensas, onde eles estão sempre em primeiro lugar mas qualquer amigo leal que esteja em apuros, eles dão o pouco que têm sem questionar o que seja! 
Grandes lições de vida aprendem-se durante as pequenas viagens/passeios pela ilha ou enquanto tomamos o pequeno-almoço e somos recebidos com um sorriso que transforma o nosso dia e porquê, apenas porque sem eles saberem, têm um sorriso valioso e pessoas como as Ocidentais, se forem suficientemente sentimentais e humanas tiram ainda melhor proveito desta viagem com estes pequenos grandes detalhes!


Espero que tenha gostado da viagem! :)

Love,
Marta

domingo, 13 de abril de 2014

"Just" a tip

Finalmente consegui mesa no Talho!

Andava há semanas para experimentar este restaurante, sempre que ligava, cheio, horas de espera, enfim, acabava sempre por desistir até que o milagre aconteceu posso dizer-vos que valeu a pena a espera!





Entramos e depara-mo-nos com uma loja de carnes, petiscos e curiosidades de encher os olhos e com uma vontade imensa de levar um pouco de tudo para casa! 




O melhor, fiquei a saber que é possível, podemos deslocar ao espaço ou encomendar!




Depois de ficar com água na boca, chamaram-nos para almoçar numa a sala ao lado onde nos sentamos num recanto bastante simpático.
O serviço excelente, os empregados mesmo muito simpáticos e prestativos, independentemente do facto do restaurantes estar cheio ou não.

Após uma extensa e deliciosa carta, decidi por algo diferente e não me arrependi nem um pouco. A acompanhar pedimos vinho tinto da casa e foi um óptimo "casamento".


A sonorização é boa, o espaço também não é muito grande, a luz está bem aproveitada e arquitectura de interiores está simples mas muito bem conseguida.


E chegou o que mais importa e a razão pela qual estávamos ali - Almoçar!
Um maravilhoso e cheiroso prato de bochecha de vitela. 
Ao pegar nos talheres para cortar, a carne desfez-se e quando provei tive a sensação que estava a  comer uma mousse de paladares agri-doces, interpelada por especiarias e quando este sabor estava quase a terminar, já tinha uma nova garfada preparada!



Fiquei realmente surpreendida! O mesmo já não posso dizer do prato do Nuno, que não estava mau, mas ao pé deste não passava de mais que um bom bife...


Está-se muito bem, é um restaurante que chama pelo convívio, pela vontade que querer mais um pouco mas mesmo assim, resistimos à sobremesa e fica-mo-nos pelos cafés.



Uma vez mais fomos surpreendidos pelo valor da refeição, estava à espera de mais, deu cerca de 31€/pax.

Um restaurante, com bom serviço, boa qualidade e preço acessível, chego até a dizer que foi uma sorte não ter esperado mais uns meses até conseguir uma mesa!

Parabéns a toda a equipa pelo grande projecto e continuem assim! 
Cheers to you!



Para mais informações:
T: 213 154 105
Rua Carlos Testa 1B, 1050-046 Lisboa
www.otalho.pt

Love,
Marta

sábado, 12 de abril de 2014

"Just" Try and Do It!

Andava há semanas para resolver o assunto dos sapatos do Nuno mas como? Pedir orçamentos, correr lojas e mais lojas, ir ao Ikea, fazer por encomenda, como?!?
Os dias iam passando e a verdade é que ele tem sapatos muito mal empregues, lindos de morrer, modesta à parte ele tem tão bom gosto ao ponto de preferir que me surpreenda com um saco de compras ao invés de me oferecer uma ida às compras!

Mas voltando aos sapatos, voltei a abrir o armário e mais parecia uma montanha castanha e preta mas uma montanha muito chique por sinal!

Antes

Então ontem decidi que seria o dia e assim foi! Tirei as medidas antes de sair de casa e a primeira paragem não podia deixar de ser no Ikea. Após alguma espera, fui embora desiludida pois têm apenas os produtos já formatados, arrisquei e fui ao Leroy. Tive sorte! Arranjei uma tábua, fizeram o corte para três prateleiras, arranjei as peças para apoio, os parafusos certos e agora era só pôr tudo em prática!

Primeiro pensamento foi naturalmente para o Henrique, o "Faz tudo cá em casa", quem nos ajuda cá em casa para estas coisas. Mas logo depois pensei, "porque não Marta?! Arrisca, embora tentar!"

Não só consegui como até usei o aparafusador eléctrico que tinha comprado em tempos e nunca tinha usado! 
Pode parecer ridículo, são apenas 3 prateleiras, nada de mais, para alguns é este o significado mas desta vez não foi o meu, valorizei-me pelo que fiz, pela atitude que tive e acho que muitas vezes, nós mulheres subestima-mo-nos e relativizamos as nossas acções.

Resultado, não precisei de chamar o Henrique, o Nuno agora tem os sapatos todos arrumados e aproveitei para colocar em cada prateleira desumidificadores de forma a poupar a camurça dos sapatos.

Depois! :)

Well and did it and i feel great!

Já agora, aqui fica o contacto do Henrique "Faz Tudo". Pessoa séria e muito em conta. Digam que vêm da minha parte.
Tel: 967 796 776


Love,
Marta